ADVOGADA POPULAR Drª LENIR SOFRE DIVERSAS VIOLAÇÕES DE SUAS PRERROGATIVAS EM RONDÔNIA

Após diversas violações aos direitos básicos do Povo pela operação de guerra encampada pela Polícia Militar de Rondônia, do Governador Marcos Rocha e seu Secretário de Segurança Pública, José Hélio Cysneiros Pachá, e da Força Nacional de Jair Bolsonaro, como a tentativa de remoção ilegal dos camponeses dos acampamentos Tiago Capim dos Santos e Ademar Ferreira; a execução dos camponeses Gedeon e Rafael em outubro/2021; assassinato de dois camponeses, em setembro/2021; a execução dos camponeses Amarildo, Amaral e Kevin, em agosto/2021; a contaminação da água dos camponeses durante a operação de “reintegração de posse”; e a destruição das casas, pertences e produção de inúmeros camponeses em Rondônia, somente neste último semestre, ocorreu hoje, dia 23 de novembro de 2021, mais uma violação do direito do povo em Rondônia.

Recebemos a denúncia de que a Advogada Popular, Dra. Lenir Correia, membro da Diretoria da ABRAPO, dedicada advogada na defesa do direito dos camponeses, teve sua casa invadida pela Polícia Civil de Rondônia (DRACO – Operação Canaã), e em absoluta ilegalidade, levaram todos os materiais de trabalho da advogada, inclusive agendas com informações de clientes, telefone celular e notebook, onde estavam dados íntimos e sigilosos de todos os clientes, de forma truculenta, abusiva e ao arrepio da lei.

Trata-se de mais uma clara ameaça aos defensores do povo e ao povo, que vê cada vez mais seu direito de defesa ser impedido pelo próprio Estado.

Nos da ABRAPO, nos solidarizamos à Dra. Lenir e pedimos uma ampla divulgação destas violações para impedir novas ilegalidades contra os advogados populares e a advocacia popular!

ABAIXO A CRIMINALIZAÇÃO DA ADVOCACIA PARA O POVO!
Associação Brasileira dos Advogados do Povo Gabriel Pimenta

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.